Plantão Judiciário: confira os cuidados a serem tomados em tempos de pandemia do novo coronavírus

Janelas abertas, lavar as mãos com água e sabão ou utilizar álcool gel com a maior frequência possível, higienizar com álcool 70% os locais de grande contato com o público, manter afastamento de pelo menos um metro entre as pessoas e evitar reuniões. Esses são os principais cuidados que devem ter servidores e usuários do Plantão Judiciário, que permanece funcionando 24h por dia para tratar de ações com caráter de urgência, segundo o diretor do Departamento de Saúde (Desau) do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), o médico especializado em terapia intensiva Carlos Henrique Poubel Ferrari, para evitar a contaminação e transmissão do novo coronavírus. As orientações valem ainda para os demais setores do Judiciário fluminense que permanecem em funcionamento pela necessidade do serviço. Ele alerta que, em caso de aparecimento de qualquer sintoma respiratório, mesmo sem febre, o servidor deve permanecer em casa. Entre os sintomas da COVID-19 a serem observados estão ainda febre, tosse seca ou com catarro, coriza, dor no corpo, diarreia, falta de apetite e cansaço ou falta de ar. O período médio de incubação – entre o contágio e a manifestação da doença – é de cinco dias, podendo se estender até 14. - Em caso de sintomas leves, o paciente deve permanecer em casa. No entanto, evoluindo para cansaço, falta de ar, dificuldade para andar ou respirar e febre alta persistente, deve se dirigir a uma unidade de saúde – orientou o médico, destacando ainda que a rede credenciada da Amil encontra-se preparada para atender casos suspeitos do novo coronavírus. O Desau está com seu funcionamento normal suspenso, mas permanece com plantão médico das 11h às 18h, em dias úteis, para o atendimento de grandes emergências ou remoções. Para o caso de dúvidas ou orientações, o servidor pode entrar em contato pelo e-mail desau@tjrj.jus.br. No caso de solicitações periciais ou de licenças, o e-mail é pericias@tjrj.jus.br Cuidados domiciliares em caso de infecção Havendo infecção de um ou mais membros da família, os cuidados devem ser redobrados em casa durante o período de isolamento recomendado, de 14 dias. Confira o que fazer em âmbito doméstico para evitar a proliferação da doença: - Isolar a pessoa infectada em um cômodo, sempre que possível - Manter a distância de dois metros do doente - Usar máscara ao seu aproximar - A pessoa infectada deve usar o mesmo banheiro e higienizá-lo com álcool 70% após o uso - Toalhas, roupas e utensílios como talheres devem ser separados para o uso individual e desinfectados -  Lavar separadamente as roupas com água quente e tempo de lavagem da máquina de lavar prolongado A todos os servidores e usuários do Judiciário fluminense, Ferrari orienta: - É dever de todos nós evitarmos ao máximo a circulação, sobretudo dos idosos, que são do maior grupo de risco.
24/03/2020 (00:00)
Visitas no site:  2151581
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.