Centro de Solução de Conflitos da Leopoldina orienta ex-casais por videoconferência

                                                                                 Mediadores participaram como observadores da Oficina de Parentalidade   Se em tempos normais as situações envolvendo ex-casais muitas vezes caminham para crises e conflitos durante o processo de divórcio, como fica a relação deles e delas durante o distanciamento social? Para tornar a jornada da separação um caminho mais tranquilo e consensual, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania da Leopoldina realizou sua primeira Oficina de Parentalidade por videoconferência, obedecendo as recomendações das autoridades de saúde adotadas pelo TJRJ e privilegiando sistemas remotos para a prestação jurisdicional.  Oito ex-casais que lidam com processos de divórcio receberam orientações multidisciplinares na última sexta-feira (15/5) do juiz André Trednnick e da instrutora Márcia Quaresca. As oficinas funcionam como uma pré-mediação entre os casais: uma alternativa de lidar com o processo de separação de forma mais saudável. Mediadores participaram do encontro como observadores. As palestras trataram da necessidade de resgatar a responsabilidade das pessoas, transmitindo aos ex-casais informações relevantes sobre os efeitos negativos de seus conflitos intensos e, muitas vezes, mal administrados. O que são os CEJUSCs Os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania são unidades judiciárias de primeira instância, preferencialmente responsáveis pela realização e gestão das sessões de conciliação e mediação pré-processuais e judiciais, bem como pelo atendimento ao cidadão que busque orientação sobre suas causas. FB/FS
19/05/2020 (00:00)
Visitas no site:  2202991
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.